flor-de-lotus-significado-e-simbolismo-da-flor-sagrada_1495722386-960x640.webp
Rua Espartaco, 479 - Vila Romana
São  Paulo -  Brasil
Fone e whattzap: 55 - 11 - 3865-6571
logo_grupotheta_oficial.png
ivani.png

Olá, tudo bem?

 

Sou Ivani Pacheco

Psicopedagoga e Psicanalista

md_5b321c98efaa6.png

Fale comigo!

psicopedagogia2.jpg

O Psicopedagogo

 

 

O Psicopedagogo é um profissional que atende crianças, jovens e adultos com dificuldades de aprendizagem. 

O papel do Psicólogo é diferente do papel do Psicopedagogo.

O Psicopedagogo vai orientar, crianças ou adultos, no processo de ensino-aprendizagem de forma que os alunos, tenham um desenvolvimento pleno.

O psicólogo, por sua vez, tem uma atuação mais ampla, que pode ir desde a orientação ao emocional das pessoas e o tratamento de distúrbios mentais.

Ambos profissionais são extremamente importantes tanto no setor educacional quanto em empresas.

 

A Psicopedagogia

A Psicopedagogia vem de encontro com a angústia da família, isto é, a dificuldade da criança na aquisição da linguagem escrita.

 

O prazer deste conhecimento, aos poucos, torna-se para o aluno um pesadelo. Frases como: -“ meu filho não guarda as lições, - “ coitado, meu filho quer, mas ao pode”, são frequentes na clínica.

O trabalho psicopedagógico é feito na clínica com entrevistas com os pais  que  contribuirão com o desenvolvimento da aprendizagem da criança, com entrevistas na escola e  com trabalho lúdico.

 

A  Análise Psicanalítica

A análise psicanalítica propicia a possibilidade de auxiliar o paciente a diminuir seu sofrimento.

 

O profissional clínico com sua escuta atenta, suas pontuações adequadas e , as quais, fazem liberar as aflições do cotidiano, ou seja, a depressão, a angústia, a ansiedade, a síndrome do pânico, insegurança, constates incômodos consigo mesmo (dor de barriga, dor de cabeça) situações que não se consegue dar conta. Muitas vezes, a mente, parece uma caixa de pensamentos que o paciente não consegue suportar. Não sofra: procure ajuda.

A Psicanalise infantil

É importante observar as mudanças da criança. Se seu filho de repente fica agressivo em casa e principalmente na escola, apresenta atraso na fala, , muitas vezes, se isola dos coleguinhas ou se machuca muito.

 

Tem reclamações escolares, choro, hiper ativo, vive disperso com angústia,  ansiedade.

 

Procure ajuda porque esta criança está sofrendo sozinha, sem condição de expor seu sofrimento, a sua dor.