flor-de-lotus-significado-e-simbolismo-d
logo_grupotheta_oficial.png

Blog

Buscar
  • Astrid Gambardella - Psicóloga

Fazendo do seu ano, um grande ano!


Com a chegada do ano novo começamos, mais uma vez, a fazer as promessas de mudanças.

No entanto, com o passar dos meses, esquecemos tudo o que foi pensado, programado, prometido e sonhado e mais um ano, mais uma vez, sabotamos nossos planos.

Por que será que isso acontece?

Eu separei alguns tópicos que merecem ser analisados:

1 - Fazer promessas vazias - quando fazemos promessas sem um verdadeiro propósito e que não nos inspiram ou nos motivam a mudar, isso gera o não compromisso necessário para seguir em frente. Por isso, tenha um propósito que realmente seja motivador para você.

2 - Conheça suas crenças limitantes - Toda vez que pensamos: “ Isso não vai dar certo” - “ Isso não é para mim” - “ Sou velho demais para fazer isso” - estamos falando de crenças limitantes. Aprenda a questionar suas crenças e ressignificá-las.

3 - Você é o autor da sua história - Não atribua aos outros, a ninguém, a responsabilidade pelas mudanças na sua vida. Você é o responsável por tudo o que te acontece. Atribuir a alguém os seus problemas te coloca como vítima, como alguém incapaz de conduzir a própria vida.

4 - Ausência de um plano de ação - Para não ficarmos patinando nos nossos sonhos, é importante traçar metas, propósitos e objetivos com estratégias de ação, com datas de início e fim. Ficar só planejando, não vai adiantar nada. Pense no que deve ser feito e parta para a ação.

5 - Procrastinação - amanhã eu faço, amanhã eu começo, depois eu vejo isso, no próximo verão será melhor. Pergunte a você mesmo: O que está me impedindo de começar agora?

Procrastinação é o adiamento de uma ação e escolher fazer uma coisa menos importante deixando de fazer o que realmente importa.

6 - Ganhos secundários - todo comportamento tem um ganho, algo que nos mantém preso naquela situação. Só que este aparente “ganho” não é verdadeiro, pois está relacionado a uma perda.

7 - Zona de conforto - não é só um espaço físico, é um modo de vida que faz a pessoa evitar uma série de ações, pensamentos e comportamentos. Precisamos saber operar

fora da zona de conforto para realizar avanços e melhorar nosso desempenho na vida, no trabalho e na parte pessoal.

8 - O medo - tudo o que é novo pode gerar instabilidade, insegurança e provocar medo. Isso é totalmente normal, nos alerta quanto aos perigos. Mas quando deixamos de fazer as coisas pelo medo, isso já se transforma em outra coisa. Muitos dos nossos medos, são totalmente imaginário, por isso devemos racionalizar e fazer para nós mesmos perguntas objetivas.

A autossabotagem é o ato de prejudicar a você mesmo, para evitar o progresso ou o crescimento em alguma área da nossa vida.

São forças negativas inconscientes; desejos de auto castigo; medo do crescimento; medo de sair da zona de conforto; sentimentos de desmerecimento; medo de críticas; etc.

Aprenda a cuidar com carinho dos seus pensamento, eles agem diretamente em nossas vidas de forma positiva ou negativamente.

Um afetuoso abraço e um grande ano!