flor-de-lotus-significado-e-simbolismo-d
logo_grupotheta_oficial.png

Blog

Buscar
  • Astrid Gambardella - Psicóloga

Será que estou triste ou com depressão? Mas afinal qual é a diferença?

Atualizado: Out 14

Confundir depressão com tristeza é algo bem comum. Muitas pessoas ao se verem tristes com algum fato ou acontecimento em suas vidas dizem “estou deprimido ou deprimida”, ou classificam a tristeza de amigos ou parentes como depressão.


A depressão é uma doença, já a tristeza é uma emoção.

A tristeza esta relacionada a um fenômeno ou a algum fator externo, ou seja, ficamos tristes quando ocorre algum evento ou fato negativo em nossas vidas ou com pessoas com quem nos importamos.


Ficar triste faz parte da vida, todas as pessoas vão passar por episódios de tristeza, isso é natural, porém a tristeza tem duração limitada e quando ficamos tristes isso não impede de enxergamos coisas boas em nossas vidas.


A depressão caracteriza-se como um fenômeno interno do individuo, que possui sintomas e tem uma duração maior. A pessoa apresenta uma diminuição de interesse e prazer pela vida, gerando angústia e prostração, algumas vezes sem um motivo evidente. Desânimo, falta de interesse generalizado (por coisas e pessoas), alteração no sono e apetite, apatia, sentimento de vazio e desamparo, prejudicando o funcionamento da vida em várias áreas: profissional, relacionamentos, familiar e social.


A depressão é um transtorno mental, um assunto sério. Trata-se de uma tristeza incapacitante que torna disfuncional a vida do afetado. Precisamos encarar uma pessoa deprimida como uma pessoa doente que precisa de ajuda profissional, médica e psicológica.


Os pensamentos negativos estão presentes na tristeza e é uma reação comum. Já na depressão esses pensamentos ficam distorcidos, mais próximos da imaginação e distante da realidade.

É também comum que, na depressão, a pessoa se sinta culpada por estar vivendo essa fase difícil. Além disso a pessoa passa a se esquecer de coisas, mesmo aquelas que são importantes para ela. Assim, aos poucos, vai perdendo cada vez mais a confiança em si mesma e sua autoestima diminui cada vez mais.


Qual é o tratamento para a depressão e para a tristeza?


Existem dois métodos de tratamento para a depressão e para a tristeza. Um se baseia na prescrição de medicamentos antidepressivos. Esse procedimento é feito por um psiquiatra, que acompanha a pessoa, monitora a utilização da medicação e ajusta a medicação conforme cada caso.


A outra forma de tratamento é a psicoterapia. Nela é estabelecida uma relação de confiança entre o psicólogo e o cliente, onde serão tratados os aspectos emocionais e psicológicos que tem afetado a pessoa negativamente, alterando seu humor e dificultando a superação do quadro de tristeza ou depressão. Na psicoterapia, são identificadas as causas do problema e com isso chegamos a cura. A terapia pode ajudar tanto nos episódios de tristeza, quanto nos quadros de depressão.